Rafael Borja

  • Escritório de advocacia

Cidades atendidas

  • Belo Horizonte - MG
  • Betim - MG
  • Contagem - MG
  • Lagoa Santa - MG
  • Nova Lima - MG
  • Pedro Leopoldo - MG
  • Ribeirão das Neves - MG
  • Sabará - MG
  • Santa Luzia - MG
  • Sete Lagoas - MG

Serviços prestados

  • Audiências
  • Serviços em outros orgãos da cidade (cartórios, prefeitura)
  • Cópias de processos, Protocolos de Petições, Diligências em geral

Áreas de atuação

  • Direito cível
  • Direito penal
  • Direito trabalhista
  • Direito tributário
  • Direito virtual / eletrônico
  • Direito do consumidor
  • Direito desportivo
  • Direito ambiental

Telefones para contato

  • (31) 9383-1180 (Operadora Tim)
  • (31) 3043-6740

Endereço

  • Belo Horizonte - MG

Endereço do site

Informações adicionais

Com o advento da lei 8078/90 (Código de Defesa do Consumidor) e da Lei 9099/95 (Lei dos Juizados especiais) as empresas passaram pelo fenômeno do processamento em massa de ações judiciais. Isto significa que, devido à obrigatoriedade de ter que responder a ação no domicilio do consumidor, a empresa passou a ter que ser representada judicialmente em todo território nacional.

Este fenômeno judicial de processamento em massa surgiu das relações sociais de consumo, e fez com que os escritórios de advocacia tivessem que aumentar seus gastos ao ter que deslocar prepostos e advogados para representar seus clientes em todos Estados da federação.

Visando atender as necessidades dos escritórios de advocacia que trabalham com processos em massa, o nosso escritório oferece um serviço de correspondência com competência para representar o seu cliente na cidade de Belo Horizonte/MG e em diversas outras cidades do interior de Minas Gerais.

Com computadores e máquinas digitais de alto padrão de qualidade, o escritório envia cópias em arquivo PDF com a maior agilidade do mercado e representa sua empresa em audiências com preços acessíveis e um serviço de qualidade.


Envie sua mensagem

Os campos com * são de preenchimento obrigatório.

Atenção: Não é permitido o envio de propagandas aos correspondentes.